Conheça os 12 maiores curiosidades do futebol!

O futebol também faz história! Desde a sua invenção, este jogo teve muitos momentos incríveis e malucos por motivos bons e ruins. Confira abaixo algumas das curiosidades mais incomuns que moldaram a história do futebol…

 

12.Os números nas camisas

A numeração das camisas não apareceu até 1933. Na FA Cup entre Everton e Manchester City, uma equipe numerou as camisas de 1 a 11, a outra de 12 a 22. No Brasil, a numeração foi introduzida em 1947., 1950 a ideia chegou ao campeonato mundial. A numeração facilitou a identificação dos jogadores por locutores, fotógrafos, etc.

 

11.O jogador mais novo a vencer uma Copa

O jogador mais jovem a conquistar um troféu foi Edson Arantes do Nascimento, do Pelé. Com apenas 17 anos, Pelé sagrou-se campeão mundial em 1958. Pelé, conhecido como o rei do futebol, ainda detém o recorde de jogador mais jovem a marcar em uma copa do mundo com um gol contra o País de Gales.

 

10.O jogador mais velho na Copa

O goleiro do Egito, El Hadary, é o jogador mais velho a jogar uma Copa do Mundo. Ele quebrou o recorde ao disputar a Copa da Rússia contra a Arábia Saudita em 2018 com 45 anos, 5 meses e 10 dias de idade. Antes disso, o recorde era do goleiro colombiano Mondragón. Em 2014, com 43 anos e 3 meses, participou da Copa do Brasil.

 

9.Maior público

Brasil e Paraguai foram responsáveis ​​pela maior audiência em um jogo de futebol no Brasil, com 183.341 espectadores pagantes. O jogo foi válido pela classificação para o Mundial de 1970 e foi disputado no dia 31 de agosto de 1969, no Estádio do Maracanã.

 

8.Recorde de gols

Na Liga Escocesa, Arbroath venceu o Bon Accord por 36-0 em 1885. A derrota poderia ter sido maior, já que sete goNa era do profissionalismo, um jogo se tornou histórico porque quebrou recordes mundiais e mostrou um desequilíbrio entre as seleções, aconteceu o da Oceania.

Nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002, a Austrália jogou contra Samoa em abril de 2001 e ganhou por 31-0. O placar foi reconhecido como o maior triunfo em uma partida internacional.

Devido ao desequilíbrio entre a Austrália e outras equipes oceânicas, a Austrália foi convidada a participar das eliminatórias asiáticas em 2005.ls de Arbroath não foram reconhecidos pelo árbitro por impedimento.

 

7.Não existiam cartões até a Copa de 1970

Depois de uma revolta na Copa do Mundo de 1966, a FIFA virou os cartões amarelos e vermelhos. Em jogo entre Argentina e Inglaterra, o capitão argentino Rattín bateu falta com o árbitro alemão Rudolf Kreitlein. O juiz considerou a denúncia uma loucura e expulsou o argentino. Rudolf gesticulou que Rattín havia sido expulso, mas o argentino não entendeu e se recusou a sair de campo.

Árbitro da Copa do Mundo de 1970, o inglês Keen Aston, teve a ideia de usar cores para sinalizar pênaltis. Anteriormente, os árbitros apenas usavam o apito, a voz e os gestos para marcar os pontos.

 

6.Bola feita com bexiga de boi

A primeira bola de futebol era de couro curtido (capotão) e a câmara de ar era uma bexiga de boi. Em 1958, a bexiga deu lugar ao tubo de borracha, mas nos dias de chuva as bolas ficavam encharcadas e pesavam o dobro. Em 1994, graças à presença dos polímeros, as bolas ficaram mais leves.

O poliuretano foi usado como revestimento e o poliestireno nas camadas internas, enquanto as câmaras foram feitas de látex.

 

5. Copa do Mundo sem o Brasil, nunca!

O Brasil é o único país que conseguiu participar de todas as Copas desde que foi fundado no ano de 1930. Todos os outros países do mundo perderam pelo menos uma Copa do Mundo, seja porque não se classificou ou por razões políticas. Só o Brasil conseguiu estar presente nos 21 troféus. O Brasil também é o país com mais vitórias em Copas.

 

4. Noruega: o time por derrotar

O único país que nunca derrotou o Brasil em uma partida de futebol é a Noruega. Os dois países já se enfrentaram três vezes em amistosos e uma na Copa do Mundo de 1998. Resultado: 2 empates e 2 vitórias para a Noruega. O Brasil já derrotou todos os outros países que já conheceu!

 

3. O cartão vermelho mais rápido: 2 segundos

O jogador que teve a duvidosa honra de receber o cartão vermelho mais rápido de todos os tempos foi Lee Todd, da equipe britânica Cross Farm Park Celtic. Quando o árbitro apitou no início do jogo, Lee Todd, que estava muito perto dele, assustou-se com o barulho e praguejou. Ele foi imediatamente expulso do jogo.

 

2. Procuram-se: bebês profissionais

O mais novo jogador a assinar foi um bebê de 20 meses! Em 2013, a equipe belga FC Racing Boxberg assinou um contrato para treinar o pequeno Bryce Brites após revelar talentos em um treino. O menino se juntou à equipe U-5. Seja o talento ou apenas mais uma infância perdida para promessas impossíveis, o tempo dirá…

 

1. Atingidos por um raio

Em 1998, em um dos episódios mais tristes do futebol, uma equipe inteira foi atingida por um raio. O time de Bena Tshadi do Congo estava enfrentando o Basanga quando um raio atingiu o campo. Os 11 jogadores de Bena Tshadi morreram, mas o outro time não se machucou. Isso levou a rumores de feitiçaria…

 

Leia também nossos outros artigos sobre:

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *