Conheça as maiores curiosidades da carreira de Messi!

Com o futebol em espera na maior parte do mundo, os fãs do esporte têm procurado saciar a saudade assistindo a jogos antigos, lendo ou se divertindo com a modalidade virtual. Outra ideia para continuar a desfrutar da paixão nacional é conhecer melhor os jogadores que nos fazem felizes em campo.

Uma das estrelas que melhor tratam a bola é o argentino Lionel Messi. Antes do futebol ser suspenso por causa da pandemia do coronavírus, o Barcelona camisa 10 fez uma excelente temporada com direito a belos gols e assistências sempre precisas. conheça melhor O craque foi eleito o melhor jogador do mundo cinco vezes. Veja:

 

1. Pelo menos 7 gols contra clubes no Espanhol

Entre as equipes que atualmente jogam na La Liga, Messi marcou pelo menos sete gols contra cada uma das outras 19 equipes. A vítima mais popular é Sevilha: 37 golos foram marcados em 38 jogos.

Durante sua carreira, Messi jogou contra 40 times diferentes na primeira divisão espanhola. Apenas Cádiz, Real Murcia e Xerez não deixaram o argentino equilibrar suas redes.

 

2. Quase “espanhol”

Messi vive em Barcelona desde a infância e pode ser quase que considerado um espanhol. Virtual. Quando solicitado a usar as cores da espanha, o argentino preferiu se manter fiel à sua pátria. Hoje é o maior artilheiro da seleção de seu país com 70 gols marcados

 

3. Idolatria a Pablo Aimar

Nem Maradona nem Batistuta. O maior ídolo de Messi na juventude foi Pablo Aimar, que jogou pelo Valencia e pelo Real Zaragoza na Espanha. Messi e Aimar até jogaram juntos pela seleção argentina.

 

4. Messi não assiste muito futebol

Incrivelmente, Lionel Messi não gosta muito de assistir a jogos de futebol. O negócio do argentino é praticar o esporte. Por outro lado, ele adora jogar futebol no videogame.

 

Messi é recordista no prêmio Bola de Ouro

Com seis bolas de ouro, Messi é o maior vencedor de toda a história do futebol. Eles vieram em 2009, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2019. Em seu primeiro ano de sucesso em 2009, o argentino ganhou a Bola de Ouro, o FIFA World Player, o Troféu Pichichi e a Chuteira de Ouro na mesma temporada.

Além disso, seu currículo inclui um prêmio FIFA The Best e o título de três vezes melhor jogador da Europa pela UEFA. Messi comandou a artilharia da Liga Espanhola, Copa del Rey e Liga dos Campeões vinte vezes.

No clube catalão, foi eleito o melhor jogador da temporada dez vezes. Em 2014 recebeu a premiação de melhor jogador da Copa do Mundo de 2014 e deixou para trás A.Robben Holandês e até M.Neuer Alemão.

Na temporada 2011/2012 foi quem mais fez gol em uma temporada em todos os campeonatos, com gols na champions, Supertaça da Espanha e UEFA, Copa del Rey, e também no mundial de clubes. Na Liga dos Campeões, ele finalmente conquista o título do jogador que derrotou o maior número de times adversários.

 

Quantos gols Messi tem na carreira?

Durante sua carreira profissional, Lionel Messi marcou 745 gols em 925 partidas disputadas. Nas assistências, o argentino tem 311.

As marcações foram feitas tanto pelo clube profissional quanto pela seleção argentina, incluindo disputas como o campeonato espanhol, a Liga dos Campeões, a Copa do Rei, a Supertaça Espanhola, a Copa do Mundo de Clubes, a Copa do Mundo, a Copa América e as Eliminatórias Sul-americanas.

 

Messi foi expulso em sua estreia pela seleção argentina com menos de um minuto

Em 17 de agosto de 2005, Messi fez sua estreia pela Argentina. O jogo tinha tudo para correr bem, um amistoso contra a Hungria, logo após uma campanha incrível no Mundial Sub-20, caso o jogador não fosse eliminado com apenas 47 segundos em campo.

Foi um balde de água fria na cabeça do argentino que não se repetiu até 13 anos depois, quando ele foi expulso de campo na Copa do Mundo de 2018 na Rússia.

 

Homenageia sua avó em todas as comemorações de gol

Os fãs do jogador devem ter notado que Messi sempre aponta o dedo para o céu quando faz balançar as redes adversárias. O argentino esconde uma homenagem por trás do gesto.

Os jogadores em atividade com mais gols

Os gols são dedicados à avó, que morreu em 1998 antes de ter a oportunidade de tornar o neto um dos maiores jogadores da história do futebol. Segundo a argentina, foi ela quem despertou seu interesse pelo esporte.

 

Leia também nossos outros artigos sobre:

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *