Marta vieira da silva

Marta vieira da silva biografia, conquistas e curiosidades

Marta Vieira da Silva, a Marta, é a melhor jogadora de futebol do mundo atuando no ataque. Nascida na cidade de Dois Riachos, no estado de Alagoas, no dia 19 de fevereiro de 1986, a brasileira conhecida como de rainha do futebol e foi escolhida seis vezes como a melhor jogadora no mundo pela Federação Internacional de Futebol (Fifa).

A Marta teve uma infância difícil no interior de Alagoas. O pai largou a família quando ela tinha um ano de idade. Após isso, Marta e seus três irmãos (Ângela, José e Valdir) foram criados pela mãe Tereza da Silva. A jogadora não se casou e não teve filhos.

 

Carreira e biografia da Marta vieira da silva

O interesse da Marta vieira da silva pelo futebol apareceu nos seus primeiros anos de vida. Quando criança, ela adorava jogar com os meninos, no interior de Alagoas.

Era a única menina no grupo, e, em um momento em que o preconceito ainda era gigante em torno das mulheres no esporte principalmente no futebol, Marta “não ligou” para as críticas e as discriminações das pessoas em volta.

Para auxiliar no sustento de sua casa, Marta repartia o tempo em que não ficava nos campos de “pelada” (local onde se joga futebol amador) pelo trabalho de “carroçagem”, nome da atividade de empurrar um carrinho de mão com produtos para vender em uma feira da região onde ela morava.

Ela vendia roupas e sacolés e não negava os demais trabalhos que encontrava na feira, além de lavar vasilhas na casa das famílias de amigas para conseguir algum valor que auxiliasse em casa.

Na Associação Atlética do Banco do Brasil [AABB], em Santana do Ipanema/Alagoas, acontecia a Copa Infantil de Futsal, uma das mais importantes campeonatos que haviam na região, e o treinador Luiz Euclides, conhecido como “Tota”, aceitava que uma menina, a Marta vieira da silva, jogasse com os garotos.

Desde essa fase, ela já mostrava muito controle de bola e força, e, em alguns momentos, sobressaía-se frente aos meninos. A situação acabou ficando ruim, já que alguns deles ameaçavam machucá-la, com isso, o técnico fez uma escolha administrativa que a afastou dos jogos.

O campeonato passou a ser conhecida como Copa AABB de Futsal Masculina, impedindo a participação de mulheres.

Apesar da tristeza da jovem menina em não poder mais jogar, ela não desistiu. Passado algumas semanas, o técnico Tota conseguiu alguns testes para Marta no Rio de Janeiro. Ela faria duas peneiras: primeiro no Vasco e logo depois no Fluminense.

Com a carroçagem e o auxilio de pessoas próximas, Marta conseguiu ganhar um pouco de dinheiro para pegar um ônibus e viajar sozinha, aos 14 anos de idade, com destino ao Rio de Janeiro.

Marta não conseguiu chegar ao Fluminense, porém foi aceita em seu primeiro treino no Vasco da gama. Nos primeiros momentos do teste, ela já se destacou entre as outras meninas.

Ficou no Vasco da gama por três anos e foi emprestada para o Santa Cruz, de Minas Gerais, onde ficou não ficou por muito tempo, até que o clube carioca negociou a transferência da jogadora para um clube da Europeu.

Veja a toda a carreira de Marta entre os clubes da Suécia, Brasil e Estados Unidos: 

  • Umeå IK – Suécia

A rainha do futebol, com é conhecida, começou a se destacar para o mundo quando foi para o Umeå IK, na Suécia. Por lá ela jogou cinco anos (2004-2009) e conseguiu conquistar seu primeiro prêmio de melhor jogadora mundo, no ano de 2006.

  • Los Angeles Sol – EUA

Em 2009 a marta vieira da silva foi contratada pelo time do Los Angeles Sol. Marta teve seu passe ligado ao clube até 2010. No clube ela foi artilheira do campeonato Nacional dos EUA, levando seu time ao vice campeonato do torneio.

  • Santos – Brasil

Durante o contrato que Marta tinha com o  Los Angeles Sol, ela foi emprestada ao Santos por três meses. No clube do brasil, Martaconquistou a Copa Libertadores e Copa do Brasil feminina, no ano de 2009. Ela também voltou em 2010, jogando no clube por apenas dois meses.

  • FC Gold Pride – EUA

Marta retornou ao Los Angeles Sol e ficou livre para o draft (atletas de clubes que encerraram as atividades ficam liberados para serem contratados por outros clubes). A atleta foi a escolha do FC Gold Pride e foi, em 2010, artilheira do campeonato Nacional pela segunda vez, levando a equipe a conquista da competição.

  • Western New York Flash – EUA

Dessa vez, a jogadora integrou o Western New York Flash. Em 2011 o time de Marta vieira da silva também foi campeã da liga nacional americana.

  • Tyreso FF – Suécia

A jogadora retornou ao país onde mais se destacou no esporte, em 2012. Dessa vez, ela vestiu a camisa do Tyreso FF por duas temporadas. A equipe foi campeã nacional e segunda colocada no torneio europeu entre 2013-2014.

  • FC Rosengård – Suécia

Marta foi para o FC Rosengård em 2014, após a falência do Tyreso. O seu contrato era de apenas seis meses com possibilidade de prorrogação, o que aconteceu. No Rosengård, a atleta foi campeã duas vezes da Liga Suéca, em 2014 e em 2015. No ano seguinte, o time foi vice-campeão nacional.

  • Orlando Pride – EUA

O Orlando Pride, dos EUA, contratou Marta em 2017 e é o clube atual da jogadora brasileira. O time ainda não conseguiu conquistar títulos.

 

Marta vieira da silva na seleção Brasileira

Com a seleção nacional, Marta foi vencedora dos Jogos Pan-americanos de 2003 e 2007. Nos Jogos Olímpicos de 2004 e 2008, a seleção foi vice-campeã.

Em 2007, Marta auxiliou a Seleção a chegar pela primeira vez numa final de Copa do Mundo feminina. Embora não tenha levado o título do torneio, a jogadora marcou o gol mais bonito do torneio na semifinal, o que levou o Brasil para a final. Na final a Alemanha foi a vencedora, e Marta foi a artilheira do torneio com sete gols marcados.

 

Prêmios e recordes

No ano de 2018, Marta ganhou o prêmio de melhor jogadora de futebol do mundo pela sexta vez. A brasileira já tinha sido premiada pela Fifa em outras cinco vezes ocasiões, de 2006 a 2010. No masculino e no feminino, Marta foi a atleta mais premiada até a edição 2019, quando o argentino Lionel Messi também recebeu seu sexto troféu, empatado com a jogadora.

Outro recorde de Marta é o artilheiro da Copa do Mundo. Em 2019, na partida entre Itália e Brasil, ela marcou seu 17º gol na Copa do Mundo, ultrapassando Klose, o maior goleador da Copa, com 16 gols.

Marta também é a primeira atleta feminina a marcar gols em cinco edições da Copa do Mundo. Ganhou seu primeiro troféu ainda jovem aos 17 anos em 2003 (com três gols), logo após participou das edições dacopa de 2007 (sete gols), 2011 (com quatro gols), 2015 (1 gols) e 2019 (dois gols).

 

Curiosidades da carreira da marta

1) Marta vieira da silva tem cidadania sueca!

Embora Marta agora jogue nos Estados Unidos, ela passou grande parte de sua carreira em times suecos como o FC Rosengård, campeão sueco de 2016.

Em entrevista a um jornal local, disse que se interessou pela Cidadania porque achou o país um excelente local para viver!

 

2) A primeira e única mulher na Calçada da Fama do Maracanã

Em 2018, Marta conquistou mais uma conquista histórica (que precisa de mais representantes): colocou os pés na Calçada da Fama de um dos templos mais importantes do futebol, o Maracanã.

Ela também conquistou um lugar no museu do estádio que remonta a sua carreira e conquistas.

 

3) Marta eleita melhor do mundo mais do que cabe em uma mão!

A marta vieira de souza foi eleita o MELHOR DO MUNDO seis vezes, meus amigos. A brasileira conquistou o troféu em 2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2018.

 

4) Ela está na ONU!

Em julho de 2017, a ONU Mulheres nomeou Marta vieira da silva como embaixadora da boa vontade das mulheres e meninas no esporte.

Na missão do jogador é apoiar o trabalho das mulheres pela igualdade de gênero e pelo empoderamento das mulheres em todo o mundo, para inspirar mulheres e meninas, para desafiar estereótipos, superar barreiras e expressar seus sonhos e ambições perseguir , inclusive nos esportes.

 

Leia também nossos outros artigos sobre:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *