Os melhores jovens talentos do futebol mundial

Todos os dias, novos talentos surgem no mundo do futebol. Casos como Ansu Fati, João Félix, Vinicius Junior ou Kang-in Lee, empolgam os fãs, pois estão diante de uma nova geração que provavelmente fará história.

A UEFA anunciou recentemente os nomes de jogadores com menos de 21 anos que prometem bons resultados este ano. A lista inclui quatro jogadores latino-americanos e do LatinAmerican Post mostraremos quem eles são.

 

Melhores promessas do futebol mundial

 

Domilson Cordeiro dos Santos ‘Dodô’

O jogador brasileiro tem 21 anos e atua como lateral direito do Shakhtar Donetsk, da primeira divisão do Campeonato Ucraniano. Durante a época 2018/2019 jogou por empréstimo pelo Vitória Guimarães, da Liga Portuguesa.

Segundo a TransferMarkt, o seu valor ascende atualmente a 4 milhões de euros; e tem se destacado por participar da seleção Brasil Sub-17 e Sub-20.

Durante seu tempo na Liga dos Campeões, ele jogou cinco jogos, onde marcou um gol e fez dois passes para o gol. O seu regresso à equipa ucraniana foi bom porque, segundo a UEFA, “desde o seu regresso no verão, tem tido mais participações, começando regularmente na UEFA Champions League”.

 

Diego Lainez

O futebolista mexicano tem 19 anos e já atua na primeira divisão do campeonato espanhol. O jogador iniciou sua carreira futebolística no Club América e desde sua estreia, em 2017, tem aparecido em diferentes listas de importantes veículos de comunicação como The Sun ou The Guardian, destacando suas boas habilidades no futebol apesar da pouca idade.

Das razões da UEFA para o ter tido em consideração ao longo deste ano, destaca-se que “o jogador tornou-se na contratação mais cara de um clube mexicano para o futebol europeu quando chegou ao Betis em Janeiro, o médio tem um vasto leque de passes”.

 

Gabriel Martinelli

O brasileiro de apenas 18 anos é uma revelação no mundo do futebol. Não fica atrás de grandes nomes como Ansu Fati, estrela do Barcelona, ​​ou João Félix, vencedor do prêmio Golden Boy que premia jovens talentos. Martinelli estreou em 2018 no Ituano, e depois foi para o Arsenal.

A transação custou 6,70 milhões de euros e o brasileiro chegou ao grande clube inglês em 2 de julho de 2019. Segundo a UEFA, “o brasileiro se tornou o primeiro artilheiro a marcar quatro gols nas primeiras quatro partidas desde Ian Wright; Jürgen Klopp descreveu o atacante como “um talento do século”.

 

Mateus Cardoso Lemos Martins, Tetê

O último que aparece entre os 50 selecionados é o brasileiro Tetê, de 19 anos. Em 2019, jogou pelo clube Grêmio FBPA; e no mesmo ano foi contratado pelo clube ucraniano Shakhtar Donetsk.

Ele fez seu primeiro gol na final da Copa da Ucrânia 2019, onde enfrentou o Inhulets Petrove. O gol veio aos 27 minutos e logo depois ele marcou outro aos 39 minutos, então fez a dobradinha em um jogo tão importante.

De acordo com a UEFA, é “uma ameaça da direita, Tetê foi apelidado de ‘Furacão’ em seu País de origem por seu poder destrutivo; altamente qualificado pelo Shakhtar”.

 

Jamal Musiala

A vida está cada vez melhor para a adolescente que nasceu em Fulda, no centro da Alemanha, filha de mãe alemã e pai nigeriano.

Tendo deixado a academia do Chelsea no verão passado, Musiala progrediu rapidamente pelas equipes da faixa etária do Bayern e tem feito parte da equipe titular de Hansi Flick desde o reinício, tornando-se o jogador mais jovem a fazer uma apresentação pela Bundesliga pelo clube contra Freiburg em junho.

O elegante meio-campista ofensivo – que se mudou para a Inglaterra aos sete anos de idade e estudou na Whitgift School em Croydon – ultrapassou Roque Santa Cruz como o mais jovem artilheiro de todos os tempos.

Superou esse feito na demolição de 8 a 0 sobre o Schalke em setembro e foi apontado por seu técnico como uma potencial estrela do futuro para o clube e o país.

No entanto, se vai ser a Inglaterra ou a Alemanha, ainda não foi decidido, com Musiala tendo representado tanto a nível de jovens quanto feito amizade com Jude Bellingham, do Borussia Dortmund, em missões internacionais. “Eu certamente tentaria pegá-lo”, disse Flick. “Mas a decisão é dele. Ele tem ideias claras. ”

 

Ilaix Moriba

Nem sempre é fácil se destacar em La Masia, mas “Ilaix” Moriba Kourouma conseguiu, tornando-se em 2019 o jogador mais bem pago de todos os tempos da academia ao fechar um negócio que vai até 2022 e tem um buyout de € 100 milhões cláusula.

Os maiores artilheiros da champions league

Meio-campista alto, magro e cheio de ação, Moriba é frequentemente comparado a Paul Pogba. O guineense é um homem procurado em Conacri e apesar de ainda não ter feito a sua estreia profissional, o técnico guineense, Didier Six, já manteve conversas com “um rapaz maduro e focado que me disse que queria ganhar troféus com o país do seu pai.

Leia também nossos outros artigos sobre:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *