História do palmeiras na libertadores

O Palmeiras foi fundado em 26 de agosto de 1914. Fundado por imigrantes italianos, o primeiro nome era Società Sportiva Palestra Itália. Quando foi fundada como força do futebol paulista em 1942, o time teve que mudar de nome e passou a se chamar Sociedade Esportiva Palmeiras em decorrência da Segunda Guerra Mundial.

O Palmeiras sagrou-se campeão paulista em sua primeira partida com o novo nome. Houve um total de 22 títulos estaduais. Um dos times mais famosos da história do clube alviverde foi a chamada Academia de Futebol, das décadas de 1960 e 70, comandada por Ademir da Guia – uma das poucas equipes que disputou o Santos de Pelé.

O Palestra Itália é um estádio paulista, no bairro Água Branca, pertencente ao Palmeiras. Inaugurado em 3 de maio de 1902, foi alugado a diversas associações. No ano de 1920 o local foi adquirido pelo SEC – até então Palestra. Desde então, a equipe já reformou o estádio várias vezes.

No momento o local está fechado e está sendo transformado em arena. A maior audiência do Palestra Itália foi em 18 de agosto de 1976, quando o Palmeiras venceu o XV de Piracicaba por 1 a 0: 40.283. Lá foi conquistado um dos títulos mais importantes da história do Palmeiras, a Copa Libertadores da América 1999.

 

Melhores campanhas do Palmeiras na libertadores

CONQUISTA DO BICAMPEONATO E DIVERSOS RECORDES QUEBRADOS

Campeão da Libertadores da América de 1999, o Palmeiras conquistou a tão esperada conquista do campeonato dois na edição 2020, cuja final foi disputada no dia 30 de janeiro. Em 2021, após vencer o Santos por 1 a 0 nos últimos minutos de jogo, em emocionante final de uma única partida no Maracanã, com gol de Breno Lopes.

Nesta edição da Libertadores, o Palmeiras teve grande sucesso: dez vitórias, dois empates e uma única derrota nos 13 jogos disputados, mais 33 gols (melhor ataque, ao lado do River Plate-ARG) e seis gols contra.

O Verdão chegou pela quinta vez a esta etapa do Continental: Além de 2020 (bicampeão), foi finalista em 1961,1968,1999 (campeão) e 2000.

Dono da Melhor Campanha da Fase de Grupos da Libertadores 2020, o Palmeiras fez a façanha pelo terceiro ano consecutivo e até então era o único clube do continente a ter o melhor desempenho na fase de classificação por três anos consecutivos.

Em 2020, na primeira fase, o Palmeiras na libertadores repetiu os mesmos 16 pontos de 2018 com cinco vitórias e um empate, enquanto em 2019 somou 15 pontos com cinco triunfos e uma derrota.

Na fase de grupos da edição 2020, o Verdão também registrou o segundo melhor ataque entre os 32 participantes com 17 gols contra 21 do River Plate-ARG e a segunda melhor defesa com dois gols sofridos contra um do Boca Juniors. ARG.

CANONIZAÇÃO DE MARCOS E TÍTULO INÉDITO DO PALMEIRAS NA LIBERTADORES

Palmeiras garantiu uma vaga na Libertadores de 1999 ao vencer a Copa do Brasil de 1998. do técnico Luiz Felipe Scolari, o Verdão finalmente conseguiu quebrar o tabu e conquistar o troféu mais importante da América do Sul.

No entanto, a homenagem foi para um certo goleiro chamado Marcos, que passou de um estado quase desconhecido a uma divindade dentro de alguns meses no Palestra Itália.

Em 1999, Marcos assumiu o controle do Palmeiras. Substituiu o lesionado Velloso na fase de grupos, ajudou o time a eliminar o então campeão Vasco nas oitavas de final e foi canonizado nas quartas de final contra o Corinthians no que ficou conhecido como o Derby do Século – camisa 12 fechou aquele em ambos jogos Marcou e também brilhou nos pênaltis e ganhou o eterno apelido de São Marcos.

O Palmeiras deixou o River Plate (ARG) para trás nas semifinais e enfrentou o Deportivo Cali (COL) no grande jogo. Decisão.

Depois da derrota em casa por 1 a 0, o Alviverde derrotou o rival no Palestra Itália por 2 a 1 (gols de Evair e Oséas). O título seria então decidido nos pênaltis.

E depois de dois falsos ataques dos colombianos, o Palmeiras venceu por 4: 3 e conquistou a maior fama do continente.

Além disso, o zagueiro Junior Baiano foi o segundo maior artilheiro da competição com cinco gols e Marcos se tornou o primeiro goleiro da história a ser eleito o melhor jogador de uma edição do palmeiras na Libertadores.

 

Confira os maiores artilheiros da história do Palmeiras na Libertadores

 

8. – Com seis gols marcados em 2009, Keirrison é o oitavo maior goleador de Palmeiras na Libertadores

7. – Somando as duas vezes que passou pelo palmeiras, Edmundo marcou oito gols pela Libertadores

6. – César Maluco também marcou oito gols no Verdão na Liberta

5. – Depois de terminar o trio em quinto lugar, Ademir da Guia também marcou oito gols no Liberta

4. – Rony com 9 gols

3. – Lopes Tigrão marcou nove gols na maior competição sul-americana

Times brasileiros com mais títulos na história

2. – Isoladamente, Tupãzinho é o segundo com 11 gols marcados

1. – Com 12 gols, Alex é o maior artilheiro da história do Palmeiras jogando Copa Libertadores da América

 

Leia também nossos outros artigos:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *