Veja a lista atualizada dos maiores ídolos da história do flamengo!

Não é fácil achar um clube no brasil e no mundo que tenha um ídolo gigantesco e tão unânime quanto o Clube de Regatas do Flamengo. Não é à toa que todos os 50 jornalistas convidados a votar nos maiores jogadores da história do rubro-negro colocaram Zico em primeiro lugar.

Mas uma lista tão importante não é medida apenas por seu nome principal. Nesse caso, é o resto que suscita o maior debate.

1. Zico

Zico recorda 27 anos de último jogo com a camisa do Flamengo - ESPN

Cada palavra escrita neste texto não será o suficiente para descrever o que Zico representa para o Clube de Regatas do Flamengo. O grande ídolo, o artilheiro da história do clube, o artilheiro mais importante da história do Maraca, o meio-campista com mais gols feitos na história do futebol mundial. Ídolo nacional e internacional. Preciso falar mais sobre Galinho? Para muitos, ele é quase uma divindade.

 

2. Junior

Nenhum jogador usou o Manto Sagrado com tanta frequência em seus 124 anos de história como Leovegildo Lins da Gama Junior (876 jogos). O maestro fez muita história como lateral-esquerdo no Fla na primeira passagem através do Rubronegro e como meia na segunda passagem. Para citar todos os títulos que conquistou, perderíamos uma boa hora só nesta pista. Merece reconhecimento.

 

3. Leandro

Leandro é um caso especial. Pouquíssimo jogadores na história do futebol tiveram a oportunidade de defender um único clube na carreira. O lateral-direito teve a honra de entregar toda a sua carreira ao mengão, desde a juventude entre 1976 e 1978 até os últimos jogos em 1990. Rubro-negro de coração, é considerado um dos maiores laterais-direitos da história do Rubronegro e o futebol brasileiro. Ele começou a jogar como zagueiro em 1985 com uma série de lesões no joelho e manteve seu desempenho em alto nível. Ele tem até uma estátua na Gávea.

 

4. Dida

Como era o Flamengo antes do Zico? Bem, se é possível visualizar a história de um clube em uma pessoa, o Dida poderia personificá-la. O meia-ofensivo, subestimado como magro, foi o artilheiro do Flamengo até a chegada de Zico, marcando 257 gols em 364 jogos entre 1954 e 1963. O impediu de chegar à Seleção Brasileira e levar o título após lesão de Pelé. Pelo Flamengo conquistou quatro cariocas, uma Rio-São Paulo e uma Copa dos Campeões.

 

5. Gabigol

Dá para levantar a prancha Gabriel Barbosa demorou apenas um ano e meio para fazer história com a camisa do Flamengo e entrar na galeria dos maiores ídolos do clube. Para isso contribuíram os dois gols na final da Libertadores 2019 contra o River Plate, em Lima, e os diversos tiros de artilharia desta temporada. Hoje o Gabi é um das mais importantes protagonistas do Rubronegro, é o ídolo de todas as gerações, a maior estrela nacional atuando do Brasil. Se há um jogo do Flamengo, é quase natural dizer: Hoje é um gol do Gabigol.

 

6. Zizinho

Outro ídolo conhecido. Foi considerado o principal jogador do clube até a chegada de Zico. Ele é o ídolo de Pelé e foi eleito o melhor jogador da Copa do Mundo de 1950. Para o Fla foi figura de destaque no início de sua história e no seu primeiro tricampeonato carioca, que o mais querido conquistou em 1942, 1943 e também em 1944 após ser vencedor em 1939. Zizinho disputou 318 partidas, marcou 146 gols e até ganhou um Chronicle de Nelson Rodrigues: bastava os palestrantes do Maracanã anunciarem o nome de Zizinho para saber quem venceria o jogo

 

7. Adílio

14 anos são dedicados exclusivamente ao Flamengo. Nome revelado a partir das categorias de base do clube, somando os títulos da Copa do Mundo de Clubes, Libertadores, três brasileiros e cinco cariocas. São 615 jogos com a camisa vermelha e preta.

 

8. Leônidas da Silva

Leônidas da Silva foi um dos pioneiros no futebol nacional e um dos maiores responsáveis ​​por tornar o Fla em um clube gigante. Depois de ganhar a Copa do Mundo de 38, ele auxiliou a aumentar a popularidade de Flamengo no Brasil. Todos gostavam de assistir aos jogos do CRF para ver o Leônidas das Silva em campo. Foram 153 gols marcados em 149 partidas pelo Flamengo. Números excelentes, não são? Não é à toa que o artilheiro tem a melhor média de gols na história de um jogador pelo Flamengo. Foi até mesmo apelidado de diamante negro.

 

9. Petkovic

O maior jogador estrangeiro que já jogou no Brasil. Petkovic é amplamente conhecido, adorado por vários clubes e tem uma história marcante com o Flamengo. Ao lado de Adriano, o sérvio teve papel de destaque no título do campeonato brasileiro de 2009. E coleciona momentos históricos, como a cobrança de falta no campeonato carioca de 2001 contra o Vasco. Na defesa dos rubro-negros, foi comparado a Zico e referido como o maior ídolo da nova geração. Não é à toa que ocupa lugar de destaque em nosso ranking.

 

10. Adriano

Uma relação de verdadeiro amor e carinho construída desde a infância. Revelado pelo Flamengo, impressionou a todos com sua grande força física. Não é à toa que ele recebeu o apelido de imperador. Adriano viveu o clímax no Flamengo como protagonista do título do campeonato brasileiro de 2009, que tirou o clube de uma desconfortável fila de 17 anos sem título. Foram 81 jogos e 43 gols. Pode parecer pouco, mas uma história de amor tão verdadeira não pode ser resumida em números. Prova da idolatria é a recepção de gala que a torcida fez quando “Didico” foi contratado em 2009.

 

Leia também nossos outros artigos sobre:

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *